Home Sobre Nós Corpo Clínico Unidades Especialidades Tratamentos Galeria de Mídias Notícias Contato Edital do Processo Seletivo 2019 Gabarito do Processo Seletivo Resultado do Processo Seletivo

Conheça todos os nossos tratamentos

Com o objetivo de oferecer um serviço diferenciado

Tratamentos

Através do serviço de qualidade e humanização no atendimento, utilizamos aparelhos de alta tecnologia para diagnósticos e tratamentos mais seguros e constante atualização dos oftalmologistas. Tudo isso com o objetivo de oferecer um serviço diferenciado para você através dos nossos tratamentos.

O glaucoma é uma doença causada pela lesão do NERVO ÓPTICO relacionada à pressão ocular alta. Pode ser crônico ou agudo. Quando crônico é caracterizado pela perda da VISÃO PERIFÉRICA (visão que permite perceber objetos ao nosso redor), devido à lesão das fibras dos nervos que se originam na RETINA e formam o nervo óptico. O principal fator relacionado a esta lesão é a alta pressão interna do olho, porém existem outros fatores ainda em estudo. Quando agudo, se dá porque a pressão interna do olho torna-se extremamente alta e causa perda súbita e grave da visão (a média da pressão é 16 mmg, porém varia entre 12 até 20 mmg sem no entanto causar problemas na maioria das pessoas).

A vista cansada ou presbiopia é a perda natural e progressiva da capacidade do olho em focalizar objetos. A vista cansada acontece normalmente a partir dos 40 anos, porque com o passar do tempo, o cristalino (a lente interna do olho) perde a flexibilidade necessária para o ajuste do foco. Desta maneira, pessoas que nunca usaram óculos passam a necessitá-los para leitura e pessoas que já os utilizavam, muitas vezes, necessitam de óculos multifocais. As únicas pessoas que não precisam de óculos de leitura após os 45 anos são os míopes, pois estes têm o foco da visão naturalmente para perto. 

O astigmatismo distorce e torna nublada a visão a qualquer distância. Grande número de casos de astigmatismo são congênitos (se nasce com ele) e permanecem sem se modificar durante a vida. Astigmatismos pequenos são comuns e podem aparecer em qualquer período da vida, não sendo necessário usar óculos ou lentes de contato, a menos que tragam sintomas. Os óculos para astigmatismo podem, em alguns casos, distorcer a imagem periférica e trazer sintomas de adaptação dos óculos (tontura, enjoo, sensação de estar andando numa ladeira). Existem lentes e cirurgia a laser que melhoram a visão da pessoa com astigmatismo.

A diferença de tamanho do globo ocular torna difícil a focalização de objetos próximos de forma clara, na retina. A hipermetropia é bastante comum em crianças e, com o crescimento dos olhos, pode desaparecer. A hipermetropia é corrigida com óculos de grau, lente de contato ou, em determinados casos, com cirurgia a laser.

Miopia é uma condição na qual o olho é incapaz de enxergar a distância com clareza. Isso é devido ao formato do olho míope, em que a imagem se forma antes da retina. É normalmente tratada com óculos de grau, lentes de contato ou cirurgia a laser. As lentes corretivas não curam ou revertem a miopia, mas sim, compensam o erro de refração, fazendo com que a imagem foque sobre a retina.